Dra. Mariana Maldonado - Ginecologia, Homeopatia, Terapia Sexual

Nódulos de mama

Descobrir-se com um nódulo de mama pode ser muito angustiante, mas nem sempre o bicho é tão feio como parece. O que devemos fazer se acharmos um?

Um belo dia, de baixo do chuveiro, você resolve palpar o próprio seio e sente que tem alguma coisa diferente ali, parecida com um caroçinho. Qual seria sua primeira reação? Medo? Pavor? Ai, meu Deus, será que estou com um câncer?

Se você já passou por uma situação assim deve saber do que estou falando. Para muitas mulheres é angustiante descobrir um nódulo na mama, pois o medo do câncer é enorme. E não é à toa: de acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de mama é o que mais causa a morte das mulheres, principalmente acima dos 40 anos. Pode-se dizer que este tipo de câncer é provavelmente o mais temido, não só pela alta freqüência, mas também pelos efeitos psicológicos importantes, afetando a auto-estima e até mesmo a sexualidade da mulher.

Felizmente, a grande maioria dos nódulos de mama não são do mal, tem natureza benigna. Mas você sabe como identificá-los? O primeiro passo é aprender a tocar o próprio seio para conhecer suas mamas mais de perto. Existem diversos tipos de mama considerados normais: umas mais lisinhas, outras mais irregulares (com muito tecido glandular, o que antigamente se chamava de displasia) que podem até dar a impressão de terem vários “caroçinhos”. Isso pode realmente ser só impressão, mas para se ter certeza é fundamental visitar o ginecologista, no mínimo, uma vez ao ano para fazer o exame clínico das mamas e se necessário, outros exames complementares ao diagnóstico como o ultra-som, a mamografia e a biópsia, dependendo do caso.

E o nódulo realmente existir? Nesse caso, o passo seguinte é fazer uma investigação mais detalhada para conhecer suas características: localização, consistência (sólido ou cístico), contornos, tamanho e se necessário for, estudar suas células através da biópsia para saber se é um câncer ou não.

Dos nódulos benignos das mamas, os mais comuns são o fibroadenoma e os cistos simples. O fibroadenoma é um nódulo sólido, indolor, que se forma quando há um crescimento excessivo dos lóbulos mamários. Eles representam seis em cada dez dos nódulos encontrados em mulheres jovens com menos de 20 anos e raramente necessitam ser retirados, pois o risco de virar um câncer é mínimo. Os cistos simples são nódulos que aparecem geralmente em mulheres com mais de 30 anos. Podem ter tamanhos variados e às vezes causar dor, principalmente quando são maiores. Nesses casos, é possível esvaziá-los através de uma punção. Mulheres que têm ou já tiveram cistos simples também não apresentam risco maior de desenvolver câncer de mama.

Mesmo sabendo que a maioria dos nódulos de mama são do bem, não dá para descuidar! Por mais que ele pareça bonzinho, todo nódulo de mama deve ser investigado e muito bem estudado para ser ter a certeza de que não se está à frente de um câncer de mama ou alguma outra lesão com potencial para se transformar em um! Por isso, cuide-se e visite seu médico regularmente!

Mariana Maldonado
Mariana Maldonado é médica especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Sexologia Clinica, além de Pós Graduada em Homeopatia e com Certificado de Atuação na Área de Sexologia em Ginecologia e Obstetricia pela FEBRASGO. Dedica sua carreira à ajudar mulheres de todas as idades nos cuidados com a saúde nas diferentes etapas da vida!
  • ana lucia

    Há vários anos faço a mamografia e este mês descobri 3 nódulos em meu seio direito. Sou muito centrada, por isso não estou apavorada, apesar de ter tido na familia várias mortes por câncer, não de mama, mas em outros orgãos. Estou curiosa para saber tudo a respeito, entende? Sou do tipo que pensa que o que tem que ser será. Não adianta se desesperar, não é mesmo?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Oi, Ana
    Nem todo nódulo detectado pela mamografia é igual a câncer. Existem vários nódulos benignos também, mas para saber qual o tipo exato, o recomendado é continuar a investigação com outros exames que só o médico poderá pedir, ok?

  • sonia

    Achei a explicação da senhora muito boa, tirou algumas dúvidas que tenho. Assim como a Ana, fiz uma ultra sonografia que detectou no meus seios alguns nódulos sólidos. Estou pesquisando para saber a respeito, mas ainda tenho algumas dúvidas…

  • Nadja Albuquerque

    Faço todos os anos um checkup e tudo sempre foi normal, até que nesta última mamografia acusou um pequeno nódulo na mama direita e microcalcificações arredondadas e puntiformes de aspecto benigno nas 2 mamas. Corri para meu médico, ele me tranquilizou e foi pedido uma ultra-sonografia para ver do que se tratava. Como o texto lá em cima diz que apesar de serem diagnosticados como bonzinhos ou seja do bem, melhor é ter muito cuidado e se precaver. Confesso que fiquei meio preocupada e ainda estou, vamos ver o que a ultra-sonografia vai confirmar. Gostaria de saber mais sobre este assunto. Um abraço! Nadja

  • Jane

    Bom dia! Há 2 anos tive câncer de tireóide, agora fiz um ultrassom da mama e apareceu um nódulo. Devido ao meu histórico, será que devo retira-lo para evitar qualquer coisa? Eu prefiro retirar sendo do bem ou do mal… Um abraço!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Jane,
    A retirada do nódulo depende de muitas coisas, incluindo a sua natureza. Existem diversos tipos de nódulos de mama, por isso é fundamental a opinião de quem pediu o exame, ok?

  • Fátima Barros

    Tenho nódulos na mama esquerda que crescem a cada ultrassom que faço. Segundo a mastologista não são malignos, eles parecem agrupados e são transparentes dificultando a ultrassonografia. Não seria interessante retira-los?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Fica difícil dizer sem ver seus exames pessoalmente, Fátima. A indicação cirúrgica depende de inúmeros fatores, incluindo a natureza dos nódulos – se são sólidos ou císticos. Se estiver em dúvida, procure pessoalmente uma segunda opinião, ok?

  • Joselma Donato

    Já me submeti a 02 cirurgias de retirada de nódulo na mama (benignos), a última ainda não tem 1 mês. Dra. Mariana, gostaria de sua ajuda para prevenir o aparecimento de outros nódulos através da homeopatia.

  • Dra. Mariana Maldonado

    A homeopatia pode ajudar nesses casos sim, Joelma, mas para saber qual o tratamento mais adequado para você é necessário consultar o médico homeopata pessoalmente, ok?

  • Míriam Alves de Abreu

    A partir de que tamanho é necessária a retirada de um nódulo sólido?

  • Dra. Mariana Maldonado

    O tamanho não é o único critério para a retirada de um nódulo, Miriam. Tem mulheres com nódulos grandes, benignos. que preferem não retira-los e só acompanhar. Quem decide isso é o médico junto com a paciente, ok?

Outros artigos sobre Saúde da Mulher

livro

Palavra de mulher

Este livro surgiu do amor entre mãe e filha que compartilham alegrias e tristezas do cotidiano. Os 43 capítulos apresentam depoimentos que sintetizam as vozes de muitas mulheres ouvidas nos consultórios, nos trabalhos de grupo e nas palestras realizadas por Maria Tereza (psicóloga) e Mariana (médica ginecologista), junto com comentários e informações sobre os temas abordados.Saiba mais.

Marque uma consulta

Para marcar uma consulta, ligue para 21 2287-2311 / 3681-3040 / 99896-2554 ou preencha os campos abaixo. Em breve, entraremos em contato para confirmar a disponibilidade do dia e horário desejados.

Obrigatório

Obrigatório Email inválido

Telefone obrigatório Telefone inválido

Endereço

Av. N. S Copacabana 1072 sala 705, Copacabana
Rio de Janeiro - RJ
CEP 22060-002

Telefone

21 2287-2311 | 3681-3040 | 99896-2554

Email

dra.mariana@marianamaldonado.com.br