Doutora Mariana Maldonado

Espaço Mulher

Esse é um espaço feito para quem quer saber mais sobre saúde, relacionamento e intimidade. Os assuntos estão agrupados por temas para facilitar a sua procura. Aqui você estará sempre bem informado! Palavra de mulher!

Assinatura

Ponha seu email no campo abaixo para receber as novidades do site:

feed

Ou assine meu RSS!

Cervicite

Publicado no dia 6 de junho de 2009   Temas: Artigos, Saúde da Mulher

Apesar do nome meio assustador, essa situação é muito mais comum do que se imagina e nem sempre bem compreendida pelas mulheres, principalmente quando elas recebem o resultado do exame preventivo (o Papanicolaou).  O que é cervicite? Isso pode ser grave? Quais os sintomas? Como tratar e prevenir? Com toda certeza, essas e outras perguntas fazem parte do dia a dia de todo ginecologista.

Afinal, o que é cervicite e de onde ela vem?

Cervicite é a inflamação do colo do útero, também conhecido como cérvix uterino. De longe, a forma mais comum é a cervicite bacteriana, que pode ser causada pelas bactérias naturais da flora vaginal como também por bactérias transmitidas através da relação sexual. A Clamydia Tracomatis e a Neiserriae Gonorreae são as que melhor representam essa última opção e respondem pela grande maioria dos casos das formas agudas de cervicite.

Isso pode ser grave?

Esse é um bom momento para esclarecer uma questão que normalmente traz muita confusão, principalmente quando aparece no resultado do exame preventivo. É importante esclarecer essa divisão entre cervicite aguda e crônica. A cervicite crônica é um diagnóstico histológico, ou seja, é feita somente através da leitura do material colhido durante o exame preventivo. Nem sempre precisa de tratamento ou é sinal de algum problema grave. Isso é completamente diferente da cervicite aguda, em atividade, que só pode ser observada no momento do exame ginecológico. Ao contrário do que muita gente pensa, ela não aparece no resultado do exame preventivo! A cervicite aguda se não diagnosticada e tratada a tempo pode trazer conseqüências graves para a saúde da mulher como a doença inflamatória pélvica e suas complicações. A mais temida é a infertilidade. A infecção causada pela clamídia e gonorréia é uma das principais causas de infertilidade feminina no mundo todo.

Quais são os sintomas?

Essa é uma grande questão: aproximadamente 70% das mulheres com cervicite em atividade não sentem absolutamente nada, ou quando sentem os sintomas são vagos ou inespecíficos. Só uma minoria apresenta os sintomas clássicos da doença como secreção vaginal purulenta, dor intensa no baixo ventre e ao toque vaginal e eventualmente, febre. Dor e sangramento durante a relação sexual, principalmente na penetração profunda e desconforto ao urinar também podem ser sinais da doença.

Como tratar?

O tratamento é feito com antibióticos específicos para as bactérias causadoras do problema. Como o diagnóstico nem sempre é fácil, a recomendação atual é: se o exame ginecológico mostrar indícios da presença dessas bactérias, ainda que a mulher não tenha nenhuma queixa, é necessário tratar, na intenção de preservar o futuro reprodutivo dessa mulher. Ah! O parceiro também entra nessa, viu?

E a prevenção?

Preciso falar? É claro, gente, que só o uso correto e sistemático da camisinha pode reduzir a chance de ter não só uma infecção pela clamydia e pela gonorreia, mas também prevenir a contaminação por outras doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV, HPV, sífilis, trichomonas e tantas outras. É literalmente prevenir para não remediar!

86 comentários

  • Maria Dayse disse:

    Muito bom poder contar com este site. Esclarece muitas dúvidas! Obrigada por existir!!!!!!

  • lili disse:

    Obrigada pelas explicações! Foi o melhor site que achei! A pesquisa foi para minha filha. Bastante esclarecedor! Bjs

  • meiriane disse:

    Nossa! Esse site tá o bicho!!!!
    Dra. quero saber qual a diferença entre a colposcopia e o preventivo. O que um e outro detectam?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Meiriane
    Sua pergunta é ótima! Muita gente me pergunta isso!
    O preventivo (ou Papanicolaou) é o primeiro exame para pequisar a presença de alterações provocadas pelo HPV. Quando ele está alterado, o passo seguinte é a realização da colposcopia que vai identificar o local da lesão e retira-la de lá. A colposcopia é um exame complementar ao preventivo, ok?

  • Marcelly jaciara disse:

    Este site me ajudou bastante em um trabalho escola que fiz. Tirei todas minhas duvidas e e tive a oportunidade de saber mais coisas. Parabéns pelo seu trabalho!

  • Liliam disse:

    Dra. Mariana gostaria de parabenizá-la também pois assim como a maioria das meninas que postaram aqui eu também procurei explicações na internet e esse foi o lugar onde achei uma explicação simples, fácil de entender. Tive problemas parecidos com o das mlheres acima: dores na relação, na região do útero, enfim passei por vários médicos ,fiz papanicolau, colposcopia, biópsia e ultrasom transvaginal, tenho apenas 22 anos e já fiz vários exames. No meu caso também deu cervicite crônica, na época o médico disse q não era nada, não me receitou nada. Procurei outro médico e o complicado é que cada um fala uma coisa, falaram até que é vaginismo. Fico insegura pois esses três exames são suficientes para nos proteger de qualquer problema? Já fiz um 2° ultrassom tranvaginal onde o resultado foram pequeno cistos e aí trocaram meu anticoncepcional. Esses cistos não precisam ser retirados nem analisados?
    Vou fazer outra colposcopia.. mas meu papanicolau deu classe 2 de novo. Preciso mesmo fazer?
    E cervicite crônica então não é grave?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Liliam
    Pelo que vi vc está mesmo cheia de dúvidas…Vaginismo com certeza nada tem a ver com a cervicite crônica que aparece no preventivo. Os exames que fez não são garantia de que não terá problemas, eles são apenas uma forma de avaliação. A necessidade de realização depende da avaliação do seu médico. Se vc não está se sentindo segura quanto a conduta, sugiro que procure pessoalmente uma terceira opinião, ok?

  • Gislayne disse:

    Dra, parabéns pelo site! O seu artigo com as respostas dos comentários foram bastante esclarecedores. Obrigada!

  • Carla disse:

    Dra, amei o seu site, muito esclarecedor! Fiz um exame e foi constatado cervicite. No início fiquei nervosa pois a minha próxima consuta é somente semana que vem, porém vi as explicações no seu site e fiquei mais tranquila… Que bom ter pessoas como vc para esclarecer algumas dúvidas! Irei a minha médica e depois volto a escrever e dizer qual foi o procedimento usado.
    Obrigada.
    É uma pena que vc fique tão distante… rs
    Estou em Salvador.

  • Gessy disse:

    Parabéns pelo site. Era o que eu estava procurando. Pelo que percebi o assunto Cervicite crônica não incomoda só a mim… Procurei informações sobre o assunto porque fui ao médico e ele detectou a necessidade de uma biópsia para saber sobre uma inflamação no colo do meu útero. Quando ele disse isso quase tive um treco! Mas ele me tranquilizou dizendo que não era câncer, embora ainda esteja esperando o resultado dos exames. Estou muito apreensiva, gostaria de saber quais são os tratamentos mais comuns nesses casos e principalmente se tem que ter cauterização, pois tenho pavor dessa possibilidade.
    Gercilene

  • Viviane disse:

    Olá, Dra. Mariana.
    Achei esse espaço maravilhoso!
    Parabéns!
    Fiz um exame preventivo e a conclusão foi DISCRETA CERVICITE BACTERIANA.
    Já marquei uma consulta para mostrar o resultado, mas estou muito apreensiva e também preocupada. Isso pode ser grave?
    Fico muito grata!

  • Viviane disse:

    Olá, Dra Mariana, parabéns pelo site esclarecedor, precisamos buscar conhecimento para poder cuidar melhor da saúde! Bem, gostaria de saber porque em casos de cervicite crônica ou aguda muitos ginecologistas raramente usa o procedimento da cauterização, se os resultados são positivos com a repitelização do colo?

  • Carol disse:

    Também gostei muito do site, parabéns!
    Uma mulher consegue engravidar se já teve HPV ou cervicite tratados? Isso atrapalha na fertilidade da mulher?
    Grata!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Gessy,
    O tratamento depende diretamente da causa. Nem todos os casos de cervicite crônica precisam de tratamento. Cauterização, hoje em dia, é procedimento de exceção, mas só o seu médico poderá te orientar, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Não necessariamente, Viviane
    Isso depende não só do resultado do preventivo, mas também dos sintomas clínicos. Só mesmo o seu médico para avaliar, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Viviane
    A história não é bem assim…cervicite aguda e crônica são totalmente diferentes e não são tratadas da mesma forma. Não se faz cauterização para cervicite aguda. Nos casos de cervicite crônica, a cauterização tb não garante que a mulher vai melhorar do quadro…por isso é fundamental a avalição médica, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Carol,
    Se o tratamento da cervicite for feito a tempo, os riscos para a fertilidade futura são pequenos. O HPV em nada influencia, ok?

  • Carol disse:

    Então é mais provável a infertilidade com a cervicite se não for tratada a tempo, do que com HPV?! Nossa!
    Outra pergunta Dra. Mariana, a cervicite causa aborto espontâneo?

  • Rosangela disse:

    Olá Dra. estou com esta tal cervite aguda, vou começar a tomar os medicamentos, mas a médica disse que a inflamação no tendão de meu braço pode ser relativo tb a esta inflamação no colo do útero. Isto realmente pode acontecer? Ela pode estar certa mesmo? Gostaria de receber uma resposta. Obrigada! Abraços

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    A cervicite aguda não tratada é causa de infertilidade sim, Carol. Já o HPV não provoca infertilidade, mas pode levar a câncer do colo do útero se não for tratado e acompanhado. Abortamento espontâneo tb está relacionado as infecções agudas por clamidia e gonorréia, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Rosangela,
    A infecção aguda pela clamídea/gonorreia também pode afetar outras partes do corpo além do colo do útero: dores articulares, inflamação nos olhos e no fígado fazem parte das complicações possíveis. Sugiro que converse direitinho com sua médica e faça todo o tratamento prescrito, ok?

  • Dany disse:

    Olá Dra.
    Gostaria de saber se poder ter relação sexual durante o tratamento da cervicite. Estou usando uma pomada à noite e tomando um comprimido receitado pelo médico.
    Obrigada.

  • Rosangela disse:

    Obrigado pela resposta! Estou fazendo direitinho o que a médica prescreveu, como ela disse esta bactéria é mto chata, e estou com ela novamente mesmo tendo feito no ano passado o tratamento, mas vamos novamente combate-la, por que ela não me pertence,,,,rsrsr,,,obrigado pelo carinho. bjos. Rosangela.

  • Nay disse:

    Parabens pelo site.. adorei a explicação!!!

  • Elielda Marinho disse:

    Recentemente fiz uns exmes e o resultado foi Cervicite Crônica. Fiquei muito preocupada, cheia de dúvidas, imaginei mil coisas….rssss
    Resolvi pesquisar na internet mas todos os sites não me davam a resposta que eu esperava.
    Até que por acaso encontrei este espaço Maravilhoso onde pude tirar minhas dúvidas e aprender muito mais sobre assuntos diversificados.
    Parabéns Drª Mariana Maldonado!
    Seu trabalho é maravilhoso!

    Abraçosss

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Dany,
    Durante o tratamento com cremes vaginais, independente da causa, não é recomendável ter relações, nem mesmo com camisinha. Termine o tratamento primeiro, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Coisa boa, Elielda!
    Espero que vc e todos os que me visitam aqui tenham a mesma oportunidade! Aproveite o espaço, pq ele é de vocês!!

  • giselle disse:

    Dra. Mariana, gostaria de saber se é verdade que cervicite crônica é a mesma coisa que HPV e se é transmitida pelo mesmo vírus, pois andei pesquisando e em vários sites li que quem tem cervicite tem também HPV. Por favor tire essa dúvida, estou tão apavorada com isso! Obrigada.

  • Deborah disse:

    Olá Dra! Eu gostaria de saber se a ferida no colo do utero é o mesmo que cervicite. Obrigada!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Giselle,
    Cervicite crônica não é a mesma coisa que HPV. O HPV é um vírus sexualmente tranmissível e que quando em atividade, provoca lesões que podem causar o câncer do colo do útero. A cervicite crônica é uma descrição celular e tem várias causas. As duas não estão necessariamente associadas, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Deborah
    A cervicite é a inflamação do colo do útero. A tal “ferida” refere-se apenas a uma área mais jovem, avermelhada no mesmo local, mas que não necessariamente está inflamada. Esse termo, que ainda é bastante usado pelos médicos, não é correto e causa muita confusão!

  • Sirley disse:

    Dra. Mariana parabéns pelo site, é realmente muito esclarecedor.
    Peguei hoje meu resultado preventivo e deu cervicite crônica, minha médica me explicou o que era e pediu uma biopsia. Mesmo ela me esclarecendo fiquei com um pouco de medo, esta palavra “biopsia” assusta. Esta doença é muito perigosa? Cervicite crônica tem cura?
    Bjus, fica com DEUS!

  • jullianna disse:

    Olá Dra!
    Parabéns pelo site!!
    Gostaria que vc me esclarecece sobre o tratamento de cervicite… no exame da minha filha deu cervicite e a médica recomendou uma videocolposcopia e ai acusou que estava com HPV e o tratamento que ela está fazendo é uma cauterização, mas o que está me preocupando é que já faz uma semana e após o 2º curativo ainda está sangrando. É normal esse sangramento?
    Fico muito grata!!
    Abraços!

  • Sueli dos Santos disse:

    Olá, adorei os esclarecimento da Dra.Mariana… Parabens! Adorei.

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    A cura depende de que está causando a cervicite, Sirley e isso só mesmo a médica que viu o seu exame e conhece vc para saber, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Julianna
    Só mesmo a médica da sua filha para saber se esse sangramento é normal ou não. Tem que examinar para ver, ok?

  • Alexandre disse:

    Bom dia Drª Mariana, tudo bem? Espero que sim.
    Primeiramente quero parabenizá-la pelo site que é excelente! Ajuda não só as mulheres como a nós homens que nos preocupamos com o bem estar e a saúde de nossas companheiras.
    Minha dúvida é a seguinte:
    Li o artigo que fala de Cervicite e que uma forma de prevenção seria a camisinha e que também ela pode aparecer através de relações sexuais. Mesmo tendo relações somente com minha namorada será preciso usá-la? Se ela aparece também por relações sexuais eu posso estar prejudicando minha namorada de alguma forma? Que forma? Como posso evitar?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Alexandre,
    A fidelidade não deve ser razão para se abrir mão da camisinha. Pelo menos não deveria ser. Mesmo que vc seja fiel a sua parceira, isso não garante que vc não possa contamina-la com doenças adquiridas em relações anteriores como a clamídea e o HPV, por exemplo. As pessoas se contaminam sem saber, não sente nada, mas transmitem. Portanto se quiser mesmo proteger a sua namorada e a vc mesmo, use sempre a camisinha, ok?

  • Tatiany Varjão disse:

    Adorei o site, não o conhecia. É muito bom ter onde tirar dúvidas.

  • ceiça disse:

    Parabéns pelo seu trabalho, é maravilhoso tirei algumas duvidas. Dra.Mariana, fiz um CAF há sete anos pois eu estava com o HPV NIC 3 fiz acompanhamento e fiquei boa. No mês passado fiz uma colposcopia apareceram alguns pontinhos no colo, fiz uma biópsia e deu cervicite crônica. Fiz uma tranvaginal deu cisto de Naboth. Tenho sentido dores. Pode ser por causa disso?

  • Regiane disse:

    Quando é indicado procedimento cirurgico para a retirada de feridinha no colo do útero? E quando é indicado a simples cauterização da feridinha?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Ceiça,
    Que bom que está aproveitando o site! O cisto de Naboth aparece no colo do útero, é um achado normal, não causa dor e nem outro sintoma. Cervicite crônica também não costuma causar dor, é apenas uma descrição celular, ok?

  • Maria Clara disse:

    Olá Dra. Eu gostaria de saber se lesão escamosa intraepitelial de baixo grau, é sempre hpv. Poderia ser essa lesao apenas cervicite?? Obrigada!

  • Joelma Oliveira disse:

    Olá,Dra.Mariana! Não conhecia o seu site e adorei! Tinha muitas dúvidas com relacão a cervicite crônica, pois tive esse problema. Parabéns…Esse site é tudo de bom…Bjsss!!

  • Maria Diná disse:

    Adorei esse site!!!!!!!!
    Muito importante esses esclarecimentos.
    Parabéns!!!!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Regiane,
    A cauterização é hoje em dia, um procedimento de exceção feito somente quando o aumento da secreção vaginal não consegue ser controlado com os tratamentos convencionais. A retirada da área só é feita se existir um motivo real para isso e sí só mesmo o médico para decidir, ok?

  • Valéria Azevedo disse:

    Olá DrªMariana! Nossa amei d+ este site, você não tem idéia de como estou desesperada.
    Tenho 22 anos e fui ao medico por rotina para fazer o preventivo, eu nao estava sentindo nada de diferente, mas ele não pode colher, disse q estava com uma ferida. Fiz colposcopia com biopsia e o preventivo. Amanhã eu irei saber a gravidade do meu problema, eu estava desesperada, mas este site me tranquilizou! Obrigada pelas informações on-line!! Beijos Valéria

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    A Lesão escamosa de baixo grau é provocada pelo HPV, Maria Clara. A cervicite pode ou não estar presente, ok?

  • alany rose disse:

    Olá! Gostaria de agradecer pelos esclarecimentos encontrados nesse site…foram muito úteis! Queria saber se quem tem cervicite crônica inespecífica obrigatoriamente está contaminada pelo virus hpv?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Alany,
    Como o próprio nome diz, essa cervicite é inespecífica, não está obrigatoriamente associada com o HPV. A mulher pode ter cervicite crônica inespecífica sem HPV e vice versa, ok?

  • Bianca Andrade disse:

    Olá Dra.,
    Descobri que tenho cervicite crônica causada pelo virus HPV e estou fazendo cauterização quimica. Li que não exite cura para o HPV, isso é correto? Este virus tem alguma associação Com o HIV? É possivel saber se contraiu HIV pelo preventivo?. Tenho 22 anos e só tive um parceiro, mas estou muito assustada e tenho medo de ter contraido HIV. Parabéns pelo trabalho e desde já agradeço!

  • Márcia disse:

    Olá Dra. Mariana, agradeço pelo seu site, ele é de grande importância para as mulheres que muitas vezes passam por momentos difíceis e não tem a quem recorrer com tantas dúvidas. Obrigada!

  • josenilda disse:

    Parabéns pela solidariedade com tantas mulheres que sofrem por não se cuidar, não serem orientadas da melhor forma, por vergonha ou falta de oportunidade de encontrar um profissional da saúde que realmente se preocupa com o paciente. Que Deus te proteja e lhe dê sabedoria. Gostaria de saber se várias crises de monília (mesmo sendo tratadas), podem causar cervicite?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Oi, Bianca
    O HPV tem cura sim, é o seu próprio corpo que combate ele. O tratamento é a retirada da lesão causada por ele e depois fazer o acompanhamento. O HIV é outro vírus totalmente diferente. A única associação entre eles é a forma de transmissão. Quando se está com uma lesão do HPV em atividade isso pode facilitar a contaminação pelo HIV, mas isso o exame de sangue pode detectar, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Olá Josenilda,
    Obrigada pelo seu carinho! Espero que aproveite bem todas as informações do site. Com relação a sua pergunta, a candidíase ou moniliase de repetição não é causa de cervicite. É apenas uma inflamação vaginal, ok?

  • Francisca Douro disse:

    Dra, recebi hoje o diagnóstico da biópsia que fiz esta semana e confesso que fiquei preocupada, porém busquei na internet e encontrei este site. Li suas respostas para as diversas mulheres que, como eu estavam cheias de dúvidas. Agora estou mais tranquila, ainda vou levar o resultado dos exames para a minha médica e ver qual o tipo de tratamento que ela vai me recomendar. Muito obrigada pelas suas explicações. Um abraço,

  • Doraji Pacheco disse:

    Olá Dra Mariana,
    Parabéns por este site maravilhoso e esclarecedor. Apesar dos vários depoimentos confesso que ainda estou um pouco preocupada, pois acabo de receber o resultado do meu exame biópsia ulterina feito p/ apresenta-lo na perícia de concurso público, e eis que estou com cervicite crônica, temo que não poderei ser admitida. Por favor o que me diz????

  • Carina disse:

    Olá Doutoura!
    Quero parabeniza-lá pelo excelente trabalho. Percebi que a minha dúvida, tbm é comum a outras mulheres. Fiz uma colposcopia e deu cervicite crônica, procurando na net achei o seu site que é bem esclarecedor e deixa a gente bem mais tranquila. Obrigada por nos ajudar!!!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Com certeza não será por isso que vc vai deixar de ser admitida no concurso que prestou, Doraji. Cervicite crônica não é e nem nunca foi motivo para reprovação em concurso, ok?

  • Gleice gomes disse:

    Muito esclarecedor este site! Estava com medo até de saber o que era cervicite, pois o meu exame deu cervicite crônica leve.

  • Rachel Borges de Andrade disse:

    Fiz o exame preventivo e deu cervicite cronica moderada. Fiquei preocupada porque era leiga no assunto, mais lendo agora sua explicação fiquei mais calma. Minha ginecologista irá cauterizar, você acha que é o suficiente? Em 2004 fiz a mesma coisa e agora ela voltou. Parabéns pelo site, muito esclarecedor! obrigada.

  • FLAVIA disse:

    Olá Dra! Gostaria de saber o que é cervicite com metaplasia escamosa? É GRAVE? TEM CURA? OBRIGADA!

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Rachel,
    Hoje em dia a cauterização é um procedimento de exceção, até porque sabemos que esse tipo de achado - cervicite crônica - é mais do que comum no exame preventivo. Sugiro que procure uma segunda opinião antes de fazer o procedimento, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Flavia,
    A cervicite crônica com metaplasia escamosa é apenas uma descrição das células do colo do útero. Não tem nada de grave ou de anormal nisso. É uma achado NORMAL!!! O que não é normal é a metaplasia escamosa ser atípica (mas isso vem escrito no laudo), aí sim terá que ser vista, ok?

  • eliel disse:

    Bom dia Dra, sou estudante de enfermagem 1° modulo e pesquisando sobre cervicite encontrei este site. Parabéns! Ele é ótimo e também muito esclarecedor! Me ajudou em minha pesquisa! Um grande abraço, que Deus lhe abençoe, um bom dia.

  • Rosana Ciliano disse:

    Dra Mariana, nunca encontrei alguém tão prestativa que esclareça este assunto com tanta clareza e objetividade.
    Sempre tive apenas um parceiro em toda a minha vida, e há 5 anos atrás quando recebi o laudo de cervicite crônica nao quis acreditar, tive as minhas desconfianças, mas pelo que percebo eram verdadeiras. Dra Mariana uma das possíveis causas da cervicite crônica é possuir várias (os) parceiras (os)?
    Seria impossível ter cervicite crônica se a relação sexual fosse praticamente somente entre 2 duas pessoas fixas, ou seja, casadas (homem e mulher)?
    Agradeço sua atenção e fico no aguardo da sua resposta. Um grande abraço e que o seu sucesso seja para sempre.

  • Célia Melo disse:

    Oi! Drª…
    Parabéns e obrigada. Este site é maravilhoso! Precisamos de pessoas como vc que esclarece dúvidas, com assuntos tão importantes e tão comuns para nós mulheres.

  • MARIA disse:

    Dra, excelente seu trabalho, muito tranquilizador.
    Gostaria de saber se é normal ter sangramento 1 dia após realizar biopsia do colo uterino.
    Obrigada. Um abraço.

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Suas desconfianças nada tem a ver com a cervicite crônica, Rosana. Mesmo que vc tivesse somente parceiro a vida inteira e ele a vc, ela ainda estaria lá. Isso poque cervicite crônica é apenas uma descrição das células que aparecem no preventivo. Nem sempre significa problema, ok?
    Abs,

  • Dra. Mariana Maldonado disse:

    Pode acontecer sim, Maria, mas a melhor pessoa para te responder isso é o médico que fez o procedimento, ok?

  • sabrina L. de mendonça Alexadre disse:

    Dra. Mariana, como você é ótima!!!!Pena que não te encontrei antes! Quero aqui socializar minha experiência com as demais pessoas que te escrevem. Tenho 8 anos de relacionamento e 1 ano e meio de casada. Hoje estou com 23 ele com 26 anos. Passei 2 anos sem fazer preventivo e em fevereiro(2010) ao fazer, deu favorável a HPV. Só faltei morrer, pois até então éramos parceiros únicos(segundo ele). A minha Dra me perguntou até se ele me traiu…. Fiz a biópsia e não deu HPV, só cervicite crônica. Penso que nem adiantou chorar, me estressar, desconfiar sem o resultado final da biópsia. Devemos sim é tentar amadurecer com as experiências e adversidades da vida. OBS: NÃO PASSEM MAIS DE UM ANO SEM FAZER PREVENTIVO. ISSO EU APRENDI! Um abraço a todos e em especial a Dra. MARIANA.

  • maria raimunda nunes de assis disse:

    Olá dra.
    Seu artigo sobre a cervicite foi muito valioso para minha pesquisa.
    beijos…

  • Edna soares disse:

    Aff, que susto! Recebi um resultado de exame ( biópsia )e veio este resultado ( Cervicite crônica ). Quando encontrei este site foi um alívio muito grande. Obrigada dra!

  • tania cristina disse:

    Perfeito!! Se ao longo de nossa vida sexual tudo fosse melhor esclarecido pelos profissionais da saúde estariamos mais tranquilas, Muito obrigada Dra!

  • Sabrina disse:

    Fantástico esse site!!! Esclarecedor e super objetivo!
    Dra, parabéns pelo seu trabalho. Atitudes como essa, realmente fazem toda a diferença nos dias de hoje!
    Obrigada!!!

  • silvana brazil da cruz disse:

    Obrigada pelo esclarecimento e pela dedicação Dra! Bjos!

  • Rejane, 28 anos disse:

    Parabéns, você é um exemplo! Faz jus a sua profissão, se importa verdadeiramente com o ser humano, pois são nesses momentos de dúvidas que por sermos leigos sofremos à toa. Você esta tendo a humildade de responder e esclarecer nossas dúvidas..obrigada..DEUS te abençõe…Você é Maravilhosa..Forte abraço!

  • Amanda disse:

    Parabéns, maravilhoso site, muito esclarecedor, é com iniciativas assim que conseguimos melhorar o nosso pais! Abraços.

  • Maria Rodrigues disse: disse:

    Olá Dra. Mariana Maldonado, adorei seu trabalho, você está de parabéns! Você é linda…abraço!

  • Bianca Rocha disse:

    Olá Dra.Mariana,
    Gostaria de parabenizá-la pelo site, muito bom!!!

  • Edcarlas Lane disse:

    Parabéns pela dedicação. Após ler sobre a abordagem dada sobre Cervicite Crônica, acredito que conseguirei dormir mais tranquila até apresentar os meus exames para a médica que cuida do meu caso. Abraços e Obrigada por tudo.

  • Terezinha disse:

    Nossa que maravilha esse site, muito esclarecedor. Parabens Drª pela iniciativa

  • katyanne disse:

    Muito bom!! Adorei essas explicações! Muito obrigada pelo tempo dedicado a nós todas. Um abraço.

  • Mônica disse:

    Esse site é maravilhoso, acabei de receber um resultado de exame, fiquei preocupada e fui pesquisar. Nunca vi um médico ser tão esclarecedor! Parabéns Drª Mariana!!

  • Claudia VR disse:

    Que site maravilhoso!!!! Queria tê-la como minha médica, Deus te abençõe Dra. Mariana!!Parabéns!!

  • Marcelo Serafim disse:

    Parabéns Dra. Só tenho agradecer seu carinho, capricho e dedicação com as pessoas
    Seja honrada por tudo que vem fazendo pelas mulheres e jovens com dúvidas. Sucesso sempre!

Deixe seu Comentário!

Comentário

design: Hungry Mind