Dra. Mariana Maldonado - Ginecologia, Homeopatia, Terapia Sexual

Mitos sobre os anticoncepcionais hormonais

O uso dos anticoncepcionais hormonais é sempre cheio de mitos e polêmicas. O que é realidade e o que é lenda no assunto?

Será que existe um assunto mais carregado de lendas, dúvidas e polêmicas do que o uso dos anticoncepcionais hormonais? Eu acho que não! Pílulas com diferentes doses e composições, injetáveis mensais e trimestrais, anel vaginal, adesivo anticoncepcional, implante… Tem até DIU com hormônio!

São tantas opções que às vezes fica difícil decidir! Por isso, separei algumas dúvidas e mitos comuns para tentar esclarecer a questão e te ajudar a decidir o que pode ser melhor para você, mas lembre-se que nesse ponto seu médico é o seu melhor amigo!

TOMAR PÍLULA ANTICONCEPCIONAL ENGORDA?

Definitivamente não! O que engorda mesmo é a “boca nervosa” que come sem parar e não gasta as calorias que ganhou. A matemática é simples: comeu + não gastou = engordou!

Fora a brincadeira, o máximo que a pílula ou qualquer outro método hormonal pode fazer é reter líquido e aí a mulher pode ficar mais inchada e aumentar o peso de 1 a 2 quilos na balança. Os seios também podem ficar mais sensíveis e doloridos por conta da retenção, mas dizer que você ganhou 5-10 quilos por conta da pílula ou que se corpo mudou completamente depois que começou a tomá-la, isso não é de responsabilidade dela!

Claro que em situações assim é necessário pesquisar a existência de alguma alteração hormonal que possa fazer a mulher disparar na balança e alterar suas medidas, mas não tenha dúvida de que a equação matemática que descrevi acima é quase sempre a regra!

Quer saber uma forma simples de testar o que estou dizendo? Basta parar de tomar o anticoncepcional. Ao parar você vai secar os quilos que ganhou por conta dele rapidamente, em no máximo um mês. Se depois disso a balança continuar desfavorável é melhor buscar outro responsável! Só não esqueça que ao fazer esse teste, você terá que se proteger da gravidez de outra forma.

Uma outra coisa que a pílula e dos demais métodos hormonais podem fazer mas que pouca gente fala é dificultar a vida de quem quer ou precisa emagrecer. Ela não costuma ser a única responsável pelo aumento rápido do peso, mas para quem já está acima dele ou quer fazer um trabalho de aumento de massa muscular para ter um corpo sarado com aquele tão sonhado abdômen tanquinho, usar um método hormonal pode não ser uma boa ideia.

Isso porque além de reter líquidos, eles interferem em alguns hormônios que ajudam no aumento da nossa massa magra (a massa muscular) e na sua troca pela massa gorda (a de gordura). Realmente, para quem quer fazer esse tipo de trabalho com o corpo ou que precisa emagrecer, os métodos hormonais não são muito amigos!

SE EU USAR A PÍLULA POR MUITOS ANOS TEREI PROBLEMAS PARA ENGRAVIDAR QUANDO QUISER?

Até hoje não existe nenhum estudo mostrando que o uso prolongado das pílulas anticoncepcionais pode provocar infertilidade. A pílula não tem efeito acumulativo, ou seja, quando a mulher para de tomar o retorno à fertilidade é imediato.

Se depois de parar a pílula a mulher não conseguir engravidar ou não voltar a menstruar normalmente, o melhor a fazer é consultar o médico para saber o que está acontecendo.

A PILULA PODE AUMENTAR OS RISCOS DE TROMBOSE E CÂNCER DE MAMA?

Pode sim, principalmente as pílulas combinadas (que contém estrogênio e progesterona na sua composição) e isso não é mito, mas o medo é tão grande que tem feito muita mulher desistir de usar os métodos hormonais de uma forma geral e não só a pílula.

A relação entre os métodos hormonais e o risco da trombose venosa profunda (TVP) sempre existiu, mas a chance que uma mulher jovem e saudável tem de sofrer com isso sem ter outros fatores de risco associados (como antecedentes pessoais ou familiares de trombofilias, história pessoal de colesterol alto, habito de fumar e pressão alta) é mínimo, muito pequeno mesmo.

Para se ter uma ideia, a gravidez aumenta 8x a chance de uma mulher saudável ter trombose por conta das alterações naturais que o nosso corpo sofre nesse período e isso ninguém diz! Ou seja, é mais fácil você ter uma trombose grávida do que usando pílula nessas condições.

Com relação ao câncer de mama, um estudo recente feito com quase 2 milhões de mulheres dinamarquesas entre 15-49 anos demostrou que os riscos aumentam conforme a idade e o tempo de uso, se comparados a mulheres que nunca usaram nenhum método hormonal. Não é mito. E isso vale para todos os métodos contraceptivos que liberam hormônios, independente da composição e da via de administração (anel vaginal, adesivo, injetáveis e implante), incluindo o DIU de hormônio.

Segundo o estudo, o risco é maior para quem usa anticoncepcional por mais de 10 anos e tem mais de 40 anos de idade.

Mas atenção: Não há motivo para pânico! O risco isolado continua sendo muito baixo perto dos benefícios que esses métodos podem trazer. É importante lembrar que existem outros fatores mais importantes para o aparecimento do câncer de mama do que o uso do anticoncepcional em si, mas que não foram considerados nesse estudo: história familiar em parentes de primeiro grau (mãe, irmã ou filha), habito de fumar, consumo de álcool, obesidade e falta de atividade física regular.

É BOM DAR UMA “PARADINHA” NA PÍLULA DE VEZ EM QUANDO PARA DESCANSAR OS OVÁRIOS?

Esse é uma lenda perigosa para quem não quer engravidar fora de hora e só usa a pílula como proteção. Tem muita mulher (e alguns profissionais de saúde também) que ainda acha que é preciso dar uma “paradinha” de tempos em tempos no uso da pílula para descansar os ovários.

Isso não se aplica às pílulas modernas, de baixa dose hormonal.

Você sabe a origem dessa história?

Na década de 60 quando a primeira pílula foi lançada sua dose hormonal era muito maior do que as vendidas hoje em dia, com riscos maiores à saúde e efeitos colaterais, o que fez muita gente acreditar que era necessário parar de vez em quando para dar esse descanso ao corpo.

Hoje sabemos que isso não faz o menor sentido, ainda mais com as pílulas atuais com hormônios modernos e doses cada vez menores. E sabe por quê?

Basta conhecer o mecanismo de ação das pílulas anticoncepcionais para fazer esse mito cair por terra: sua ação principal é inibir a ovulação, que é exatamente o maior “trabalho” do ovário todos os meses. A função do ovário é ovular! Então, se a pílula inibe essa função ela já está fazendo o ovário descansar do seu trabalho. E com um detalhe: para que isso aconteça, a mulher tem que tomar a pílula todos os dias de preferência no mesmo horário, religiosamente. Se falhar um dia apenas, a chance de engravidar aumenta.

Quanto menor a dose da pílula, mas rigorosa na tomada a mulher precisa ser. Quando a mulher resolve para de tomar a pílula, o ovário volta ao trabalho com força total e aí pronto! É possível engravidar logo no primeiro mês após a parada, ainda que tenha usando o método por muitos anos.

A única coisa que essa “parada para descansar” faz é aumentar a chance de engravidar fora de hora. Eu já fiz um monte de partos dessas “paradinhas” quando era obstetra!

Se a sua preocupação é com os efeitos colaterais temporários – como a retenção de líquido, mamas doloridas, aumento das varizes e dores de cabeça – converse com o seu médico para estudar a possibilidade de uma troca. Fazer paradas periódicas não costuma ser a solução, ao contrário, só aumenta a chance de você não sair da fase de adaptação.

Se o seu medo é com relação aos riscos para a saúde – como trombose, derrame e câncer de mama – então o melhor é não usar e escolher um método não hormonal (DIU, diafragma e camisinha) para se proteger, pois o risco continuará existindo fazendo paradas periódicas ou não.

Em meio a tantos mitos e lendas, uma coisa é certa: os métodos hormonais estão entre mais seguros para quem quer evitar uma gravidez fora de hora, quando usados da forma correta e desde que não sejam contra indicados, pois aí sim podem fazer mal à sua saúde.

Além disso, podem ajudar no tratamento da TPM e das cólicas, controle de doenças como a endometriose e a adenomiose, síndrome dos ovários policísticos, previnem o câncer de ovário, intestino e endométrio, melhora a oleosidade da pele e as espinhas, regulam o ciclo e reduzem a quantidade de sangue.

Só não esqueça que elas não protegem contra as infecções sexualmente transmissíveis, tarefa que a camisinha desempenha muito bem. Por isso, o ideal é combinar as proteções usando camisinha em todas as relações sexuais!

OS ANTICONCEPCIONAIS INJETÁVEIS SÃO “BOMBAS DE HORMÔNIO”?

Dizer que o anticoncepcional injetável, seja mensal ou trimestral, é uma “bomba hormonal” é um mito sem nenhum respaldo científico. Cito aqui algumas razões que justificam essa afirmação: por ser um medicamento aplicado via intra-muscular ele é absorvido lentamente pelo corpo em quantidades suficientes para durar de 1 mês (no caso dos injetáveis mensais) até 3 meses (para os trimestrais); por mais que a dose total possa parecer maior que a das pílulas, na verdade não é: quando se toma a pílula, parte dela é inativada pelo nosso fígado antes de ser absorvida.

Dessa forma, são necessárias doses maiores de hormônio na pílula para que ela possa proteger a mulher da gravidez. Além disso, podem ser uma ótima opção para aquelas mulheres mais esquecidas. Só não vale esquecer de anotar no calendário a data da aplicação!

Como todo método hormonal, os injetáveis também tem contra indicações e efeitos colaterais. Por isso, a avaliação médica é essencial para saber se esse método é mesmo adequado para você!

Fique ligada, pois toda quarta-feira terá um vídeo novo aqui no site e em meu canal do youtube. <- assina aqui.

Mariana Maldonado
Mariana Maldonado é médica especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Sexologia Clinica, além de Pós Graduada em Homeopatia e com Certificado de Atuação na Área de Sexologia em Ginecologia e Obstetricia pela FEBRASGO. Dedica sua carreira à ajudar mulheres de todas as idades nos cuidados com a saúde nas diferentes etapas da vida!
  • Mariana L. de Medeiros

    Gostaria de saber se é verdade que toda cartela de anticoncepcional tem 1 comprimido falso?
    Desde que estou com meu marido que escuto minha sogra dizer isso, então eu teimo em dizer que isso não é possível. Então eis a minha dúvida, isso é real? Se for, por quê?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Mariana,
    É claro que isso não é verdade! O povo inventa cada uma…

  • Renata

    Eu queria saber se é verdade que alguns anticoncepcionais podem engordar?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Renata,
    O que engorda é a boca nervosa! O máximo que esses métodos hormonais podem fazer é uma retenção de líquido, o que não ultrapassa 1 a 2 kg na balança. Mais do que isso é comida em excesso e falta de exercício, ok?

  • lisangela

    Olá Dra! Desde que começei a tomar anticoncepcional injetável, perdi quase 100% do meu desejo sexual. Gostaria de saber o que devo fazer. Grata,

  • gabriela

    Bom, tenho 14 anos e acho que a maioria dos métodos anticoncepcionais são bons. Só não devemos arriscar a nossa saúde.

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Lisangela,
    É muito raro o anticoncepcional causar diminuição do desejo. Eu mesma vi pouquissimos casos assim. Existem causas muito mais comuns para isso, mas você terá que conversar pessoalmente com o ginecologista sobre o assunto, ok?

  • gabi

    Olá, Dra.
    Gostaria de saber se o anti injetável faz efeito a partir da 1ª dose, do 1º mês, ou só estarei segura a partir do 2º mes?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Oi, Gabi
    A injeção anticoncepcional faz efeito a partir do primeiro dia de aplicação. Essa história de esperar 1 mês é pura lenda, ok?

  • Rita Tyeli

    Ouvi dizer de uma professora de fisiologia que os anticoncepcionais têm varios efeitos acumulativos, e que um deles é o fato de que os filhos da mulher que toma anticoncepcional se desenvolverem sexualmente mais rápido, como por exemplo a 1ª menstruação aos 9 anos de idade. Isso é verdade ou mito?

  • Gleyciane Oliveira

    Simplesmente amo vc!!!
    Vc me ajuda muito e tira muitas as minhas dúvidas. Pena que seu consultório não é aqui próximo da minha casa. Vc me faz acordar cedo todos os domingos, mas só vc mesmo…rsrsrs
    Agora tenho que fazer algumas coisas, mas vou entrar mais no site! Tem um monte de coisas que quero ler e vou te fazer muitas perguntas, ok? Que Deus continue a cada dia te abençoando e te protegendo
    Gleyci

  • Dra. Mariana Maldonado

    Oi, Rita
    Essa afirmação não tem o menor sentido. Não dá nem para dizer que se trata de um mito, pois ela está ERRADA mesmo!! A pílula não tem poder para tudo isso, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Oi, Gleyciane
    Obrigada pelo carinho! Navegue à vontade pelo site, aproveite as dicas e continue ligada nas novidades do Palavra!!

  • Ana

    Olá Dra. Mariana. Tenho uma dúvida. Tomo pílula há quase 7 anos e gostaria de saber se tem algum problema em tomar anticoncepcional por tanto tempo. Muitos efeitos colaterais podem aparecer devido a isso? Obrigada..um abraço!

  • Leticia

    Olá Dra !
    Gostaria de saber se a pilula anticoncepcional tem efeito a partir do primeiro mês que tomamos, pois tive relação sexual após 15 dias tomando a pilula e tenho essa duvida. Obrigada!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Ana,
    A única coisa que a pílula faz é te proteger da gravidez. Ela não tem efeito acumulativo e nem causa problemas, mesmo quando usada sem parar por muitos anos, desde que é claro, a mulher não tenha contraindicações ao uso. Converse sempre com o seu médico, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Oi, Leticia
    Assim como a injeção, a pílula também faz efeito a partir do primeiro dia, desde que usada corretamente e sem falhas, ok?

  • Thaís

    Olá Dra. Mariana, gostaria de saber se a pílula anticoncepcional só faz efeito a partir do segundo mês e se sim, quando devo começar a tomar a pílula? No primeiro dia da menstruação ou no último? Muito obrigada!

  • Monica

    Iniciei o uso do anel vaginal gostaria de saber se depois que eu coloco ele muda de posição? E se é necessário falar para o meu parceiro que estou usando?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Thais,
    Isso é mais um mito. A pílula faz efeito desde o primeiro dia do uso, se usada corretamente, é claro. Antes de começar a usar é importante consultar o ginecologista para saber como e se vc pode mesmo usa-la, pois até mesmo as pílulas podem ter contraindicações, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Monica,
    Dizer ou não o que está usando de método é uma opção sua. Ao colocar o anel ele normalmente fica na posição colocada, não há espaço suficiente para que mude sozinho, ok?

  • Petra

    Olá Dra.

    Gostaria de saber se é verdade que quem fez cirurgia bariátrica não tem resultados ao tomar a pílula anticoncepcional? Pois ouvi dizer que como não se tem mais o duodeno a pílula não é absorvida pelo organismo e pode ter risco de gravidez? Isto é verdade?

  • Dra. Mariana Maldonado

    É uma verdade parcial, Petra. Dependendo da cirurgia é possível interferir com a absorção da pílula sim e aí um outro método poderá ser melhor indicado. Só mesmo conversando pessoalmente com o médico para saber, ok?

  • Paula

    Dra. eu gostaria de saber quando posso ter relações sexuais com chances quase nulas ou minimas de engravidar tomando a pilula anticoncepcional. Em qual periodo da cartelinha é mais seguro?
    Obrigada

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Paula,
    Não existe um período mais seguro, Paula. Isso é mais um mito. Quando se usa a pílula corretamente a chance de engravidar é mínima, de 0,01% durante todo o tempo de uso. Se esquecer aí sim, a coisa muda, ok?

  • Karmem

    Boa tarde Dra! Tomo anticoncepcional injetável todo dia 26, mas no mês de dezembro acabei esquecendo e fui tomar somente no dia 31. Tive relação sexual no dia 29. Qdo dei conta tomei a pílula do dia seguinte, mas isso somente no dia 01, dentro das 72 hs. Corro o risco de estar grávida?
    Outra pergunta: Após tomar o antioconcepcional injetável no dia 31, já estou protegida ou durante esse mês ele fica inválido? Obrigada! Adoro seu site, ele é muito esclarecedor!

  • Erica

    Olá Dra.
    Gostaria de saber se o anel vaginal, assim como a pílula, também faz o efeito desejado desde o 1° dia.

  • Cristiane

    Amei as perguntas e respostas, me tiraram muitas dúvidas. E aproveitando, quero perguntar: Se mesmo tomando a pilula a menstruação não descer, isso pode ser normal?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Olá Karmem,
    toda vez que vc usa um método anticoncepcional da forma errada a chance de engravidar aumenta. Só mesmo fazendo o exame para saber. Com relação a proteção, ele faz efeito desde o primeiro dia da uso, desde que iniciado na data certa, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Com certeza faz, Erica!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Até pode ser Cristiane, pois a pílula pode diminuir tanto o fluxo menstrual que algumas mulheres podem não menstruar. De qualquer forma, quando isso acontece o médico deve ser avisado imediatamente para excluir a chance de estar grávida, ok?

  • Cristina

    Dra. sobre a pergunta da cirurgia bariátrica, fiz a cirurgia “capela”. A chance de ficar grávida mesmo usando a pílula é grande? Consultei o médico que fez minha cirurgia e ele não soube me explicar se isto é mito ou não, a ginecologista falou que vai pesquisar e que nunca ouviu falar disso. Se a pílula não é absorvida, poderia utilizar o adesivo ou o anel para fins contraceptivos? Poderia me ajudar? Grata!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Cristina,
    Se a cirugia que fez retirou parte do estômago ou intestino a absorção da pílula pode ficar um pouco prejudicada. Nesses casos, os melhores métodos são os que não necessitam de absorção intestinal. O anel, o adesivo, as injeções, todas são possíveis opções. Só mesmo conversando com a sua médica sobre o assunto, ok?

  • Denise

    Olá doutora! Gostaria de saber se é verdade que tomar pílula por muitos anos deixa o organismo acostumado e se a mulher poderá engravidar…..

  • Dra. Mariana Maldonado

    Não Denise!!! Isso é uma mentira sem pé nem cabeça!! O corpo não “acostuma” com a pílula. Ela não tem efeito acumulativo. Parou de tomar, acabou o efeito, ok?

  • fernanda

    Olá doutora! Gostaria de pedir sua opinião, pois encontrei na internet diversas respostas sobre o que eu queria saber: a partir de quanto tempo o anticoncepcional protege realmente da gravidez? Eu começei a tomar há 9 dias e tive relação sem camisinha no 8 dia, estou com medo…

  • Dra. Mariana Maldonado

    Fernanda,
    Se vc usa o anticoncepcional corretamente, ele faz efeito a partir do primeiro dia de uso. Não tem essa de esperar um mês para começar a valer, ok?

  • mariana

    Ainda bem que existe uma doutora séria e responsável para nos esclarecer, pois são muitos os mitos em torno do uso da pilula. OBRIGADA DOUTORA!!!!!!

  • Tamiris

    Doutora, se eu tomo um anticoncepcional há problema em tomar um medicamento similar a este anticoncepcional? É possivel engravidar por causa disso? Após fazer isso minha mesntruação veio muito pouco. Pode ser gravidez?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Tamires,
    Se a troca foi feita por produto com a mesma composição e dosagem, só trocando o nome e o fabricante, não existe problema. A diminuição da menstruação pode ter sido somente uma coincidência, mas nada melhor do que a opinião do seu ginecologista, ok?

  • Marília Celi do N. Costa

    Bom Dia !!! Tenho uma filha de 13 anos que tem o ciclo menstrual irregular. Ela menstruou aos 12 anos e 10 meses e gostaria de informações sobre o implante para suspender a menstruação e se você é a favor. Abraços!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Nos primeiros 2 anos após a primeira menstruação essa irregularidade é mais do que esperada, Marília. O que não dá é para a adolescente sangrar tanto a ponto de provocar uma anemia, mas isso só mesmo o ginecologista para avaliar. Acho o implante um ótimo método mas não para casos como o da sua filha, ok?

  • Ângela

    Oi! Queria saber se a bebida alcóolica pode cortar o efeito da pílula anticoncepcional…obrigada!

  • Luiza Evaristo da Silveira

    Dra, estou na 1ª cartela do anticoncepcional e faltam 3 dias para que comecem os comprimidos inertes (os que previnem o esquecimento). Tive relações sexuais e não usei camisinha. Há risco de engravidar?

  • Luciene

    Tenho 36 anos, não tenho filhos, mas gostaria de ter mesmo não sendo agora. Minha dúvida é a seguinte: Tomar anticoncepcional ajuda a manter os meus óvulos intactos? Se eu usar um que não menstrue eu consigo preserva-los para uma gravidez futura?

  • tais

    Olá dra! É verdade que alguns alimentos como leite e limão cortam o efeito da pilula anticoncepcional? Grata!!

  • Dra. Mariana Maldonado

    Não interefere em nada, Ângela. As interações existes, mas com determinados medicamentos. Por isso, antes de começar a tomar pílula o médico deverá ser SEMPRE consultado, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Nãooooooo, Tais!!! Alimento nenhum é capaz de cortar o efeito da pílula!! Isso é mais um mito! Só mesmo alguns medicamentos são capazes de fazer isso, daí ser fundamental consultar o médico antes de começar a tomar a pílula ou qualquer outro método hormonal, ok?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Luiza,
    A pílula protege da gravidez desde o primeiro dia de uso, desde que usada corretamente, incluindo o período de descanso entre as cartelas. O risco é mínimo, inerente ao método, ok?
    Abs,

  • Dra. Mariana Maldonado

    Infelizmente não Luciene. Os óvulos envelhecem junto com a mulher. Ainda que tome pílula a vida toda, isso não poupa os óvulos e nem é garantia de conseguir engravidar quando quiser, ok?

Outros artigos sobre Métodos anticoncepcionais

Palavra de mulher

Este livro surgiu do amor entre mãe e filha que compartilham alegrias e tristezas do cotidiano. Os 43 capítulos apresentam depoimentos que sintetizam as vozes de muitas mulheres ouvidas nos consultórios, nos trabalhos de grupo e nas palestras realizadas por Maria Tereza (psicóloga) e Mariana (médica ginecologista), junto com comentários e informações sobre os temas abordados.Saiba mais.

Marque uma consulta

Para marcar uma consulta, ligue para 21 2287-2311 / 3681-3040 / 99896-2554 ou preencha os campos abaixo. Em breve, entraremos em contato para confirmar a disponibilidade do dia e horário desejados.

Obrigatório

Obrigatório Email inválido

Telefone obrigatório Telefone inválido

Endereço

Av. N. S Copacabana 1072 sala 705, Copacabana
Rio de Janeiro - RJ
CEP 22060-002

Telefone

21 2287-2311 | 3681-3040 | 99896-2554

Email

dra.mariana@marianamaldonado.com.br