fbpx

Blog

Por que sinto Dor na Ovulação?

Sabia que isso é bem mais comum do que se imagina? Como reconhecer o nosso período fértil?

É só a menstruação acabar que em poucos dias começa aquela dor chata, um incômodo bem no pé da barriga ou que se concentra mais para as laterais, que parece uma cólica ou então em pontada e que dura um ou dois dias.

 

E de quebra, ainda fica saindo uma secreção gosmenta, fluida, tipo “clara de ovo” de dentro da gente!

 

Reparou se isso também acontece com você? Te parece familiar?

 

Pois eu aposto que se você menstrua naturalmente, com ciclos mensais e regulares, já sentiu isso alguma vez ou então sente essa sensação todo santo mês!

 

É a famosa dor da ovulação, meninas! A dor do meio do ciclo! Ou para os íntimos: a dor do meio.

 

Vou explicar de uma forma simples por que ela acontece para você entender: todo mês, quando a menstruação vai embora o nosso corpo trabalha para amadurecer mais óvulo, que será a bola da vez para que a mulher consiga engravidar se ela quiser, é claro!

 

Mas para isso acontecer, é preciso que o óvulo cresça e amadureça dentro de um folículo, que é um tipo de cisto que se desenvolve no ovário.

 

Quando esse óvulo está bem madurinho e pronto para sair de lá – o que costuma acontecer no meio do ciclo menstrual, o nosso período fértil – esse folículo se rompe, expulsando o óvulo que é então captado pela trompa para quem sabe, encontrar um espermatozoide e ser fecundado por ele.

 

Por que sinto Dor na Ovulação?

 

Ih….complicou?

 

A foto abaixo ilustra bem o que eu disse agora e pode te ajudar a entender!

Por que sinto Dor na Ovulação?

 

Ovulação é o nome dado ao momento em que esse folículo se rompe para a saída do óvulo maduro.

 

E é exatamente nesse momento que a mulher pode sentir aquela dor fina e aguda, que às vezes pode ser tão forte que não dá nem para colocar o pé no chão.  É difícil até para andar!

 

A boa notícia é que como esse processo só acontece uma vez no mês e é relativamente rápido, essa dor também não demora pra passar, dura em média 24/48 horas. Dependendo da sensibilidade da mulher a dor, às vezes pode ser necessário usar alguma medicação para aliviar o desconforto!

 

Mas como saber se a dor que você sente é ou não de ovulação?

 

 

Bom, existem outros sinais que você está ovulando por isso é importante estar atenta e conhecer bem o seu corpo para saber:

 

  • o muco cervical se torna fino e bem fluido, parece com uma “clara de ovo”, saindo de dentro da vagina. Dá para sentir principalmente quando a gente vai se limpar depois de ir ao banheiro, já percebeu?

 

  • A secreção vaginal normal, aquela esbranquiçada que não coça e só tem o nosso cheiro característico também aumenta de volume. É a fase mais úmida do nosso mês!

E se quiser ir ainda mais fundo nesse conhecimento, faça um gráfico da sua temperatura corporal basal, anotando todos os dias pela manhã antes de levantar da cama. Depois que a ovulação acontece, nossa temperatura aumenta 0,5 grau, sabia?

 

Importante lembrar que só vai sentir tudo isso que acabei de descrever, a mulher que menstrua de forma natural, mensal e regular.

 

Ou seja, está livre de hormônios, não utiliza métodos anticoncepcionais hormonais para evitar a gravidez!

 

Afinal de contas, o mecanismo de ação principal desses métodos é exatamente a inibição da ovulação e por isso a mulher não engravida!

 

Então se você usa corretamente a sua pílula, injeção, implante, adesivo ou anel vaginal não terá como sentir dor de ovulação e nem essas variações de temperatura e de secreção vaginal que descrevi ainda há pouco.

 

Mas se você é daquelas que está livre de hormônios, precisa estar ciente de que nem toda dor pélvica que acontece no meio do mês é sinal de ovulação!

 

Esses podem ser sinais de alerta para procurar o seu Ginecologista o quanto antes:

 

  • dor forte demais que não passa nem com medicação;

  • febre;

  • mudança repentina na cor ou odor do seu corrimento

Se informe com o seu médico! Ele poderá te explicar e orientar exatamente no que precisa saber!

 

 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
WhatsApp chat