fbpx

Blog

O que esperar quando for perder a virgindade?

Quais são as principais dúvidas de quem está querendo começar a iniciação sexual?

Você planejou a sua primeira vez? Como se preparou para esse momento? Será que sempre dói e sangra? É possível engravidar?

 

Se você também está nessa e cheia de dúvidas quando o assunto é o começo da vida sexual, então se liga no que eu vou falar agora!

 

Se existisse uma receita de bolo ou uma fórmula para que tudo desse certo e saísse bem do jeitinho que você planejou, seria ótimo não acha? Pois é….mas infelizmente não tem!

 

Aliás, essa expectativa pode não ser muito amiga nessa hora…pois nem sempre tudo acontece da forma como a gente planejou!

 

O que esperar quando for perder a virgindade?

Quando a mulher me procura com essas questões, querendo saber como pode se preparar melhor para começar a vida sexual, a primeira coisa que eu digo é:  só faça com quem, quando, como e se realmente quiser, de verdade.

 

A iniciação sexual, seja de homens ou mulheres, deveria sempre acontecer de forma consentida, informada e responsável.

 

Isso pode diminuir muito os riscos de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis e de uma gravidez indesejada e fora de hora.

 

Isso é muito sério, gente! Para quem não sabe, dados do Ministério da Saúde mostram um aumento da contaminação por DST´s como HPV, sífilis e HIV nos últimos 10 anos, sem falar nas taxas de gravidez na adolescência que aqui no Brasil, é uma das mais altas do mundo.

como perder a virgindade

Se até para quem está na estrada há mais tempo, pensar nessas possibilidades já dá um frio na barriga, imagina começar a vida sexual e se contaminar com uma doença sexualmente transmissível ou engravidar, assim logo de cara?

 

Não dá, né?

 

Ao contrário do que muita gente aí pode pensar, basta ter apenas uma única relação sexual desprotegida para correr esses riscos!

 

E para orientar e ajudar nesses cuidados, o Ginecologista é o profissional mais indicado!

 

Ainda que você tenha um papo super aberto em casa e converse sobre tudo com seus pais, tem coisas que eles não conseguirão te responder, por motivos óbvios!

 

A não ser que também sejam profissionais da área e mesmo assim…Já ouviu falar naquele ditado: santo de casa não faz milagre?

 

O ideal seria que todos tivessem uma consulta com um médico antes de começar a vida sexual para tirar suas dúvidas e saber como se proteger. No caso das mulheres, um ginecologista. Nos homens, poderia ser o Urologista.

 

Ter uma consulta antes da primeira vez acontecer para escolher um método anticoncepcional adequado às suas necessidades e possibilidades, te ensinar a colocar uma camisinha masculina ou feminina, tirar suas dúvidas sobre o que acontece com o corpo naquele momento, te orientar no exercício de uma sexualidade responsável, afinal você não faz filho sozinho…Poderia ajudar a evitar muita dor de cabeça no futuro!

 

Quer um exemplo? Quem foi que disse que a primeira vez da mulher sempre dói e sangra? Nem sempre é assim, sabia?

 

Tem mulher que não sente dor nem sangra, outras sentem dor e não sangram, muitas só sangram e às vezes por mais de uma vez, e tem algumas que sentem tanta dor que não conseguem continuar e em alguns casos, nem começar!

 

Tem de tudo!

 

Essa história de dizer que sempre dói e sangra é um mito!

 

O pior é que tem muita mulher e homem também que acredita! E se isso não acontece na hora, chega a duvidar da palavra da mulher, se ela é mesmo virgem!

 

Ter dor e sangramento na primeira vez depende de muita coisa: tipo de hímen e também se é mais ou menos espesso e elástico, nível de tensão do momento, medo, insegurança e grau de expectativa; se é uma relação totalmente consentida ou se o carinha está “forçando um pouco a barra” para rolar alguma coisa, além do seu nível de segurança, auto confiança e conhecimento sobre o seu corpo!

 

Sentir-se segura e confiante com o seu corpo passa por algo muito, mas muito importante e que eu sempre gosto de reforçar com minhas jovens clientes no consultório: o pleno autoconhecimento do corpo e principalmente da vagina.

 

Quando falo sobre a importância de conhecer bem o seu corpo e as sensações que ele pode provocar, não me refiro apenas as sensações eróticas e de prazer, como a masturbação.

 

É sobre o quanto você conhece o quanto você conhece a anatomia da sua vagina, por dentro e por fora, de forma prática, sem rodeios e com total naturalidade.

 

Mesmo sendo virgem, é perfeitamente possível colocar 1 ou 2 dedos seus lá dentro sem dor nem desconforto, pode acreditar! Gente, o dedo não costuma ser grosso suficiente para superar o limite de elasticidade da maioria dos himens e ser capaz de rompê-lo!

 

Sim, foi isso mesmo que você acabou de ler! Para romper o hímen normalmente é necessário algo muito maior e mais grosso do que 1 e 2 dedos ou ainda um absorvente interno, mesmo que seja o de tamanho maior.

 

Ou seja, perder a virgindade penetrando o dedo é realmente muito, mas muito mais difícil!

 

Viu como é importante estar sempre bem informada, preparada e confiante? Isso ajuda demais a diminuir o medo e a tensão do momento. Dessa forma, você poderá deixar o desejo aparecer livre de amarras e aproveitar ao máximo esse momento, mas sempre com responsabilidade, não esqueça!!

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
WhatsApp chat