fbpx

Blog

5 verdades sobre a Terapia Sexual!

Você sabe para que serve a terapia sexual? O que é possível tratar? Quando procurar um sexólogo?

5 verdades sobre a Terapia Sexual!

São muitas as dúvidas, não é mesmo? Então…estou aqui para te ajudar nessa!

Muita gente me pergunta  o que é terapia sexual, para que ela serve e quando é necessária.

Pois então, trago verdades! As 5 mais comuns para você ficar por dentro do assunto!

5 verdades sobre a Terapia Sexual!

1) Terapia sexual é um tipo de psicoterapia

Sim, é isso mesmo! A consulta em terapia sexual não é tão diferente das outras terapias e ao contrário do que muitos podem pensar, não tem nada de estranho, erótico ou indecente dentro da consulta.

A sua diferença para as outros tipos de terapia é o foco.

A ideia é ser uma terapia breve e com foco no problema sexual a ser resolvido, de uma forma clara e objetiva.

O terapeuta sexual, que deve ser um(a) médico(a) ou psicólogo(a) com formação em Sexologia, orienta os exercícios sexuais para serem feitos em casa, associado a uma psicoterapia breve, para trabalhar possíveis dificuldades emocionais ou comportamentais.

Dependendo do seu tipo de problema, além do terapeuta, pode ser importante ter a avaliação de outros profissionais, incluindo:

  • médicos (as) de outras especialidades;
  • psicólogos (as);
  • fisioterapeutas.

2) A Terapia sexual trata dos problemas sexuais

Certíssimo! O nome é auto explicativo.

Terapia sexual é o tratamento para os problemas sexuais de origem física ou psicológica, que trazem sofrimento para homens e mulheres. E que problemas são esses?

Problemas com ereção, ejaculação precoce, diminuição do desejo e dificuldades para ejacular são exemplos dos problemas enfrentados por eles.

Para elas, as queixas mais comuns são: diminuição ou ausência de desejo, dificuldades ou impossibilidade de alcançar o orgasmo, diminuição ou dificuldades com a lubrificação e as dores na hora da penetração vaginal.

Eu, como sou ginecologista e também sexóloga, tenho vários outros textos aqui no blog, sobre disfunções sexuais femininas, vale a pena você conferir na sequência!

Liberte-se da Dor na Relação Sexual: A Cura do Vaginismo ao Alcance da Sua Mão – Baixe meu Ebook agora!

Técnicas Avançadas para Conseguir (ou Turbinar) o Orgasmo – Garanta meu treinamento online agora!

3) Terapia sexual não é a mesma coisa que terapia de casal

Não mesmo! É verdade que a terapia sexual tem outros benefícios que vão além do tratamento dos problemas sexuais, mas você não precisa ter um(a) parceiro(a) para buscar ajuda se achar que precisa.

Se você está solteira mas acha que tem questões sexuais que precisa tratar, para que esperar mais?

Lembre-se que você precisa estar bem com você mesma primeiro para poder permitir que outra pessoa se aproxime!

Para quem está em uma relação de parceria, a terapia sexual pode ajudar a melhorar suas habilidades de comunicação, principalmente em relações de mais longo prazo, onde a perigosa rotina se instala…

Ela pode te ajudar a recuperar o erotismo e o desejo dentro da sua relação, desde que… ainda exista a disposição e vontade de se investir nela!

4) Só médicos(as) e psicólogos(as) podem atender em terapia sexual

Sim, é isso mesmo que você leu.

Falar sobre as dificuldades sexuais não é nada fácil para quem sofre e ter as habilidades necessárias para escutar o que está sendo dito, conduzir e orientar um tratamento corretamente também não é para qualquer profissão.

É preciso ter muito estudo, conhecimento, formação e habilidades técnicas específicas.

Por isso, só médicos(as) e psicólogos(as) podem se capacitar para esse tipo de atendimento, mas isso não significa que educadores, terapeutas holísticos, enfermeiros(as) e fisioterapeutas também não possam fazer parte da equipe e contribuir com o seu saber dentro da área!

5) Terapia sexual só se for com Sexólogo(a) formado(a)!

Gente, sexólogo é um profissional formado em Sexologia e treinado para trabalhar com questões de relacionamento e sexualidade dentro de um ambiente ético, educativo e seguro.

Para aumentar a chance de sucesso no seu tratamento e evitar desperdício de tempo e dinheiro, o ideal é buscar um(a) profissional que tenha feito curso de formação em Sexologia e que possua todas as certificações necessárias para atuar como Terapeuta Sexual.

Antes de começar um tratamento, se informe sobre o(a) profissional que escolheu.

Peça referências, pesquise e cheque sua formação e credenciais.

Nem todos os profissionais que oferecem esse tipo de atendimento estão qualificados para tal.

Para tratar de assuntos tão íntimos, você precisa se sentir à vontade e confiar em quem está na sua frente.

Lembrando que nem todos os profissionais tratarão de todos os assuntos.

Muitos tratam disfunções sexuais, mas não atendem questões de transtornos de gênero ou identidade sexual, mas com certeza serão capazes de te ouvir e encaminhar para quem poderá te ajudar!

Liberte-se da Dor na Relação Sexual: A Cura do Vaginismo ao Alcance da Sua Mão – Baixe meu Ebook agora!

Técnicas Avançadas para Conseguir (ou Turbinar) o Orgasmo – Garanta meu treinamento online agora!

 

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
WhatsApp chat