Andropausa

Quem disse que só as mulheres sofrem com os calores e com a baixa hormonal?

A menopausa é um período bem conhecido, tanto pela Medicina como também pela população em geral, principalmente a feminina. Calores, insônia, diminuição da libido e a suspensão definitiva da menstruação são alguns dos sintomas apresentados pelas mulheres de meia idade que sentem na pele os efeitos dessa diminuição hormonal tão repentina… mas o que muita gente não sabe é que o homem – é isso mesmo, o homem! – também pode apresentar um conjunto de sinais e sintomas bem parecidos com os da menopausa – é a chamada andropausa.

Assim como a menopausa, a andropausa é um nome utilizado para definir um estado de diminuição hormonal que acontece no homem, principalmente após os 50 anos. Com o avançar da idade, ocorre uma diminuição lenta e sutil da produção de testosterona (o principal hormônio masculino) de tal forma que aproximadamente 60% dos homens saudáveis aos 65 anos apresentam uma redução de 60% nos níveis da fração ativa deste hormônio no sangue.

A testosterona é o hormônio responsável pelas características físicas e reprodutivas do corpo masculino. É ela quem engrossa a voz, faz crescer os testículos, o pênis e a massa muscular, estimula a produção de espermatozóides, além de comandar a distribuição dos pelos corporais e da gordura no padrão masculino. Vários estudos também demonstraram a importância desse hormônio na manutenção da massa óssea no homem.

Nos homens que sofrem com a andropausa, os sintomas da diminuição da testosterona podem aparecer da seguinte forma: diminuição da libido, dificuldades de conseguir e de manter a ereção, diminuição da duração e intensidade dos orgasmos, mudanças de humor, diminuição da massa e da força muscular, diminuição dos pelos corporais e da massa óssea, além dos terríveis “calores”… é caras leitoras, os homens também podem sofrer com os calores!

Infelizmente, os sintomas dessa baixa hormonal nem sempre são tão evidentes. Muitas vezes, por desinformação, machismo ou preconceito, muitos homens deixam de receber o diagnóstico e o tratamento adequados por não procurar o médico para ver o que está acontecendo. É comum atribuir esses sintomas simplesmente ao fato de estar envelhecendo e aí, perde-se muito em qualidade de vida!

Portanto, se você se identificou com o que leu, pode ir tratando de se mexer! Não fique aí parado achando que está ficando velho ou que isso não tem mais jeito, por que tem! Os anos passam mesmo, é verdade, mas apesar de saber que não seremos jovens para sempre, é perfeitamente possível envelhecer com saúde e prazer de viver!

Compartilhe este artigo

3 respostas para “Andropausa”

  1. Valéria,
    Costumo dizer que a única coisa que não tem jeito é a chegada na nossa “hora”. Quando O lá de cima chama, aí não tem mais jeito mesmo! De resto, tudo tem solução, ainda que não seja 100%. No caso do seu namorado, o que ele precisa mesmo é da avaliação de um Urologista para descobrir o motivo da disfunção. Só depois de descobrir a causa será possível tratar corretamente e solucionar o problema, ok?

  2. Meu namorado está com 51 anos e tem problema de difunção erétil. Ele sente tesão, mas na hora H falha. Tem sempre que tomar um estimulante 30min antes da relação e eu tenho medo disso acabar com nosso relacionamento. Estou perto da menopausa e vivo excitada, mas ele deixa a desejar. Será que esse problema tem jeito? Gostaria de uma orientação. Atenciosamente,

  3. Todas respostas para as dúvidas que eu tinha a respeito da andropausa e menopausa eu achei no seu site!!Sinto tudo isso e meu esposo também está com essa dificuldade. Até me espantei quando aconteceu, mas agora estamos esclarecidos. Muito obrigada doutora! Amo o seu programa e divulgo! O boca a boca ainda é a melhor divulgação!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Recentes

WhatsApp chat