fbpx

Blog

Sexo anal é perigoso?

Quais os riscos dessa prática para a saúde?

Se você nunca teve um orgasmo na vida ou quer turbinar as sensações que já conhece, então você precisa conhecer o Técnicas Avançadas para Conseguir ou Turbinar o Orgasmo!

Essa é uma uma pergunta bastante frequente no meu consultório e também nas minhas redes sociais: Sexo anal pode ser perigoso?  Quais os riscos dessa prática para a saúde?

Sexo anal é perigoso?

Bom, os meus seguidores e seguidoras sabem o quanto eu gosto de fazer esse trabalho de informação e educação em saúde.

Liberte-se da Dor na Relação Sexual: A Cura do Vaginismo ao Alcance da Sua Mão – Baixe meu Ebook agora!

Técnicas Avançadas para Conseguir (ou Turbinar) o Orgasmo – Garanta meu treinamento online agora!

E por isso, não poderia deixar de falar sobre um assunto tão importante e que é ainda é tratado como tabu.

A prática do sexo anal.

Antes de mais nada, quero deixar claro aqui que o que vou dizer não é baseado em opiniões pessoais e nem de terceiros e sim, em informações reunidas em anos de estudo sobre Medicina e Sexualidade Humana.

E esse capítulo não poderia ficar de fora, não é mesmo?

O sexo anal é apenas mais uma prática sexual, assim como o sexo oral e o vaginal, mas nesse caso é o ânus que é penetrado.

Essa penetração pode ser feita pelo dedo, pelo pênis ou por outros objetos como dildos e vibradores.

O ânus é saída, a abertura e a parte final do trato digestivo, do intestino grosso para o meio externo.

É por ali que saem as fezes e também os gases produzidos pelo intestino.

O ânus é rodeado por um anel muscular, o esfíncter anal que o mantém fechado em condições normais, de repouso.

Só se abre quando algo é inserido ou quando as fezes ou gases saem.

Como toda musculatura, ele consegue se esticar até um certo limite e depois voltar para o lugar de repouso.

Se esse limite for ultrapassado, aí sim, existe o risco de romper essas fibras musculares e esfíncter anal perder ou diminuir sua funcionalidade.

Esse é um dos maiores medos de quem pratica ou pensa em praticar sexo anal:

  • O risco de sofrer com a incontinência fecal e ficar perdendo fezes e gases sem sentir ou controlar.

Gente, por mais que exista um limite na sua elasticidade, ela não costuma ser comprometida com a inserção de um dedo e nem com o pênis natural.

Mesmo que seja maior e mais grosso do que a média, independente da frequência com que é praticada.

O mesmo já não acontece com outros objetos fabricados e que em alguns casos também são usados com esse fim, de prática sexual anal.

Uma outra questão importante é saber que a camisinha também deve fazer parte da prática anal e o motivo vai além da proteção das DST´s.

Tanto para quem faz quanto para quem recebe, seja em relações homo ou heterossexuais.

Além da região ser mais suscetível a machucados, cortes e fissuras aumentando a chance de contaminação, a região anal é rica em bactérias que também podem provocar infecções urinárias em quem está penetrando.

No caso da mulher, pode provocar infecção urinária e também vaginal, principalmente quando existe a alternância anal – vaginal, que deve ser evitada seja com o pênis ou mesmo com dedos.

Se rolar sexo vaginal depois do anal, a camisinha deverá ser trocada antes.

Então tá dado o recado:

A pratica de sexo anal, assim como as demais práticas, deverá ser sempre protegida com o uso da camisinha para vocês poderem aproveitar ao máximo, minimizando os riscos!

Sente dor para iniciar a penetração vaginal? Baixe meu Ebook agora!

Gostaria de Turbinar o Orgasmo? Garanta meu treinamento online agora!

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
WhatsApp chat