Dra. Mariana Maldonado - Ginecologia, Homeopatia, Terapia Sexual

Tensão Pré-Menstrual

A TPM há muito tempo acompanha as mulheres e tira o sono dos homens. É possível tratá-la?

O que significa TPM?

A síndrome pré menstrual, também conhecida como tensão pré menstrual (TPM), pode ser definida como um conjunto de sinais e sintomas no corpo e no emocional da mulher aparecendo geralmente 1 a 2 semanas antes da menstruação e desaparecendo com a sua chegada. Ainda não se sabe exatamente qual é a sua causa, porém alguns estudos mostram que a progesterona (que é um hormônio feminino) é o causador da síndrome em mulheres sensíveis e que seu mecanismo de ação é no sistema nervoso central.

Quais são os sintomas mais comuns?

Até o momento, foram relatados mais de 150 sintomas relacionados à síndrome, sendo os mais freqüentes: irritabilidade, agressividade, depressão, ansiedade, incapacidade de concentração, tensão, desânimo, insônia, mudanças de apetite e na libido, oscilação do humor e choro, além de dor e inchaço das mamas, cólicas, dor de cabeça, ganho de peso, alterações dos hábitos intestinais e mudanças na pele.

Qual o percentual de mulheres que tem TPM?

O percentual de mulheres afetadas pela TPM é muito variável. De acordo com os especialistas, aproximadamente 40% das mulheres que menstruam relatam algum sintoma. A maioria tem sintomas leves a moderados que não necessitam de tratamento, mas aproximadamente 5 a 10% das mulheres podem apresentar quadros mais graves, caracterizando a Síndrome Disfórica Pré Menstrual.

Existem exames para o seu diagnóstico?

Não existem exames específicos para o diagnóstico de TPM. Escutar as queixas da mulher com atenção é o suficiente.

Como tratar a TPM?

Existem vários tratamentos propostos para a TPM, porém nenhum é realmente eficaz em todos os casos. Isto mostra o caráter individual da síndrome, intimamente ligada à personalidade e ao estado emocional da mulher. Nos dias de hoje, onde a mulher está cada vez mais estressada por ter que assumir e administrar as mais variadas funções (mãe, amante, trabalho em casa e fora dela), restando muito pouco tempo para cuidar de si mesma e ter momentos de lazer, estas queixas tornaram-se cada vez mais comuns.

Podemos dividir o tratamento em: medidas gerais e administração de medicamentos. As medidas gerais incluem:

  • dieta: o aumento da ingestão de carboidratos e a diminuição das proteínas à noite 10 dias antes da menstruação pode melhorar alguns sintomas; tirar do cardápio alimentos à base de cafeína, diminuir o sal e o açúcar.
  • exercícios físicos: principalmente trabalho aeróbico, técnicas de relaxamento, meditação e Yoga.
  • balancear sono e trabalho.

A orientação quanto os sintomas e o esclarecimento das dúvidas são fundamentais. Eliminar os medos, expectativas e crenças relacionadas à menstruação e, sobretudo escutar atentamente a mulher faz parte do sucesso do tratamento.

O uso de métodos anticoncepcionais hormonais tais como: pílulas, implante, adesivo, anel vaginal, injetáveis e o DIU medicado com hormônio pode ajudar. As vitaminas B6 e E, cálcio, anti-inflamatórios, acupuntura e homeopatia podem fazer parte do tratamento. Nos casos mais severos, às vezes é indicado o uso de anti depressivos e diuréticos, mas estes medicamentos são controlados e devem ser prescritos pelo/a médico/a. E não esqueça: sempre que precisar, procure ajuda do/a seu/a Ginecologista!

Mariana Maldonado
Mariana Maldonado é médica especialista em Ginecologia, Obstetrícia e Sexologia Clinica, além de Pós Graduada em Homeopatia e com Certificado de Atuação na Área de Sexologia em Ginecologia e Obstetricia pela FEBRASGO. Dedica sua carreira à ajudar mulheres de todas as idades nos cuidados com a saúde nas diferentes etapas da vida!
  • LILIAN

    Sofro muito com a TPM, quase separei por causa disso na última crise, sem brincadeira fico irritadíssima, choro muito, pareço barril de pólvora pronto para explodir a qualquer instante, isso tem me atrapalhado muito. Gostaria de mudar essa situação.

  • Dra. Mariana Maldonado

    É Lilian…essa situação não é nada fácil! Mas exite tratamento! Procure o ginecologista o quanto antes para saber o que é mais indicado para vc!

  • vania marques

    Dra.Mariana sofro muito com a TPM, fico duas semanas irritadíssima, brigo com todos. Pareço com uma latinha de fornicida, agrido todos que encontro em minha frente, fico como uma cerca elétrica! Gostaria de ajuda.

  • Dra. Mariana Maldonado

    Nossa Vânia, que tormento! Para de sofrer! Seu problema tem tratamento! Vc precisa conversar com o ginecologista para saber qual a melhor forma de ajuda-la, ok?

  • lucia portes

    Dra, eu sinto 99,9% de todos esses sintomas da TPM! Da última vez até dificuldades gástricas enfrentei! Obrigada pelo site, já estava ficando assustada….

  • vaneza Pedro

    Olá Dra Mariana! Quando a minha mestrução aparece sinto muita dor na coluna e nas pernas. Não sei o que fazer. Isto é normal ou tenho que fazer uma consulta?

  • Dra. Mariana Maldonado

    Isso pode ser sintoma da TPM, Vaneza, mas é fundamental vc marcar uma consulta com o ginecologista para ser examinada. Só assim poderá saber qual o tratamento mais indicado para o seu caso e parar de sofrer, ok?

Outros artigos sobre Menstruação

Palavra de mulher

Este livro surgiu do amor entre mãe e filha que compartilham alegrias e tristezas do cotidiano. Os 43 capítulos apresentam depoimentos que sintetizam as vozes de muitas mulheres ouvidas nos consultórios, nos trabalhos de grupo e nas palestras realizadas por Maria Tereza (psicóloga) e Mariana (médica ginecologista), junto com comentários e informações sobre os temas abordados.Saiba mais.

Marque uma consulta

Para marcar uma consulta, ligue para 21 2287-2311 / 3681-3040 / 99896-2554 ou preencha os campos abaixo. Em breve, entraremos em contato para confirmar a disponibilidade do dia e horário desejados.

Obrigatório

Obrigatório Email inválido

Telefone obrigatório Telefone inválido

Endereço

Av. N. S Copacabana 1072 sala 705, Copacabana
Rio de Janeiro - RJ
CEP 22060-002

Telefone

21 2287-2311 | 3681-3040 | 99896-2554

Email

dra.mariana@marianamaldonado.com.br